Notícias do primeiro dia do 8º Colóquio de Moda…

Inicialmente participamos da palestra ministrada pela Dra. Maria da Graça Jacintho Setton, sobre “a educação para o gosto”, ao discutir as teorias de Pierre Bourdieu  através da moda, apresentando os códigos silenciosos do vestir e as expectativas de reconhecimento e pertencimento através da disposição/exposição e da afetividade.

Com isso, os processos socializadores difusos e silenciosos, ou seja a linguagem através do vestuário, tomará como base o “eu” e o “outro” para a composição dos sistemas simbólicos e das categorias de pensamento que podem ser formadas entre a moda, a arte, etc.

Este reconhecimento pressupõe uma ação, logo ela não é passiva. Poderia se pensar então em novos modos de subjetivação? Certamente sim! Componho meu eu, com base numa força que me motiva, impulsiona através dos grupos de pares, estilistas, celebridades, entre outros. Logo, não se podem descartar também os mecanismos de poder que perpassam esta “educação para o gosto”. Pois a imposição do discurso do monopólio deste gosto, pressupõe práticas de assujeitamentos. Então qual a ordem do gosto, do “mau gosto”, ou do bom gosto? Qual a possibilidade de uma criação autoral de um “estilo próprio”? Ficam estes “fiapos” soltos para que vocês alunos possam tecer estes novos conhecimentos!

Primeiro dia do 8º Colóquio de Moda, realizado este ano no Rio de Janeiro.

Na sequência participamos da mesa de debates do Fórum das Escolas que abordou a metodologia projetual + a metodologia de pesquisa para trabalhar a pesquisa e desenvolvimento de produto de moda e a importância desta pesquisa para a criação de uma imagem de moda. Dentro desta discussão o sucesso entre orientação teórica e orientação prática para a construção de uma trabalho de conclusão de curso com qualidade e com perspectivas de aproximação com o mercado. Diversas instituições exemplificaram através de seus cases de sucesso.

Questionar o autoral, comercial X conceitual, sempre buscando artefatos para conhecer quem irá consumir esta moda, logo, quem almejamos para nosso público alvo. Inicialmente consumimos imagens, não produto. Porém, através destas metodologias projetuais aproxima-se a moda do design, para trabalhar o gerenciamento e construção de produto, que será construído com base nestas imagens e isso inclui as etapas antes, durante e depois, logo inclui processo, gestão. Ao final foram discutidas que medidas o MEC junto as instituições de ensino de moda (que já somam mais de 160 no Brasil) estão tomando para a construção das diretrizes que normatizam esta prática educacional.

Prof.ª Esp. Ana Hoffmann
Docente do Curso de Moda
Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas – ICET
Universidade Feevale | www.feevale.br

Anúncios

Uma resposta to “Notícias do primeiro dia do 8º Colóquio de Moda…”

  1. Ana Gil Says:

    Muito bom o texto, estudo pesquisas e desenvolvimento em moda, não conhecia este site, parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: